Texto: Efésios 6:12

"Porque não temos que lutar contra a carne e o sangue, mas, sim, contra os principados, contra as potestades, contra os príncipes das trevas deste século, contra as hostes espirituais da maldade, nos lugares celestiais".



INTRODUÇÃO:
1-    Nos últimos anos, o Brasil tem sido invadido por uma festa de tradição americana: o Halloween.
2-    Esta festa é comemorada exatamente no dia 31 de outubro.
3-    Neste dia, tanto nas escolas de inglês como nas regulares, professores de inglês e de outras disciplinas cumprimentam os alunos com "Happy Halloween, class!" ("Feliz Halloween, turma!").
4-    E a cada ano, aumenta o investimento para que esta festa se torne mais significativa no calendário escolar brasileiro.
5-    Assim, casas mal-assombradas são montadas em salas de aula e em auditórios, cobertas de plásticos e tecidos pretos, com vários desenhos escabrosos, dando um aspecto de terror.
6-    Será que Halloween é realmente uma festa feliz ("happy")?
7-    Ou será que há ocultismo da pesada nas suas origens?
8-    Será que é um evento tão ingênuo como se diz?

I - A ORIGEM DO HALLOWEEN.

A-    Festividade da bruxaria.
1-    O calendário da bruxaria resume-se no relacionamento da "Grande Deusa" (representada pela Lua e que nunca morre) com seu filho, o "Deus Chifrudo" (representado pelo Sol).
2-    Este deus, a cada ano, nasce no dia 22 de dezembro e morre no dia 31 de outubro.
3-    Este período é chamado pela bruxaria moderna de Ano Wicca.
4-    No hemisfério norte, o final de outubro é quando todo o verde e as flores chegaram ao seu auge e começam a morrer.
5-    A bruxaria, então, explica este efeito da natureza, dizendo que o enfraquecimento do calor do sol é porque o deus Chifrudo está morrendo, em mais um ano.
6-    Então, o dia 22 de dezembro chega, nascendo novamente este deus, por obra da Grande Deusa.
7-    O dia 31 de outubro é o grande sabá (festa) de Samhain (pronuncia-se "sou-en").
8-    A palavra Samhain, de origem celta, significa "O Senhor da Morte", e tem sido marcada pela celebração na bruxaria da "Festa dos Mortos".
9-    Então, os professores de inglês, ao desejarem um "Happy Halloween!", estão, na verdade, desejando um "feliz" Samhain?
10-  Ou seja, uma "feliz" festa dos mortos.
11-  Um "feliz" ano novo da bruxaria.
12-  Um "feliz" dia da morte do "Deus Chifrudo".

B-    Surgiu com os celtas.
1-    O povo celta teve seu apogeu histórico por volta de 1.200 a.c. e, 700 anos depois, espalhou-se pela Europa, na Grã-Bretanha, Espanha e França.
2-    O ano novo deles começava no dia 1º de novembro.
3-    O que hoje é chamado de Halloween era o festival celta, que, iniciado na noite do dia 31 de outubro, homenageava Samhain, "O Senhor da Morte".
4-    Por habitarem o hemisfério norte, esta celebração marcava o início da estação de frio, com menos períodos de sol e mais períodos de escuridão.
5-    Os celtas acreditavam que durante as festividades de Samhain, os espíritos dos seus ancestrais sairiam dos campos gelados e dos túmulos para visitar suas casas e cabanas aquecidas.
6-    E teriam de ser muito receptivos e agradáveis para com estes espíritos.
7-    Assim, os bons espíritos protegeriam suas casas contra os maus espíritos durante aqueles meses de inverno.
8-    Os celtas tinham medo do Samhain.
9-    Para agradar-lhe, os sacerdotes celtas, chamados de druidas, realizavam rituais macabros.
10-  Fogueiras eram acessas e sacrifícios eram feitos em homenagem aos deuses.
11-  Criminosos, prisioneiros e animais eram queimados vivos em oferenda às divindades.
12-  Estes sacerdotes acreditavam que essa era a noite mais propícia para fazer previsões e adivinhações sobre o futuro, invocando o "Senhor da Morte".
13-  Um dos rituais para desvendar o futuro consistia da observação dos restos mortais dos animais e das pessoas sacrificadas.
14-  O formato do fígado do morto, em especial, era estudado para se fazer prognósticos acerca do novo ano que se iniciava.
15-  Essa prática ocultista aparece no Antigo Testamento sendo realizada pelo rei da Babilônia:
"Porque o rei da Babilônia parará na encruzilhada, no cimo dos dois caminhos, para fazer adivinhações; aguçará as suas flechas, consultará as imagens, atentará para o fígado". Ezequiel 21:21
16-  Então, quando os professores de inglês desejam "Happy Halloween!" à classe, estão indiretamente desejando que se façam acordos com espíritos do mundo sobrenatural.
17-  E assim acalmam os espíritos maus, pedindo proteção aos espíritos bons durante aquele novo ano.

II - OS PRINCIPAIS SÍMBOLOS DO HALLOWEEN.

A-     "The Jack O'Lantern" (A Lanterna de Jack).
1-    Com a migração dos ingleses, e especialmente dos irlandeses, para os Estados Unidos, no século XIX, Halloween foi pouco a pouco tornando-se popular na América.
2-    A lanterna de Jack é o nome daquela abóbora esculpida com uma face demoníaca e iluminada por dentro.
3-    Conta-se a história de que Jack era um irlandês todo errado.
4-    Ele gostava de aprontar com todo mundo e chegou a enganar até o próprio Satanás.
5-    Quando Jack morreu, não foi permitida sua entrada nem no céu e nem no inferno.
6-    Satanás jogou para ele uma vela para iluminar seu caminho pela terra.
7-    Jack acendeu a vela e a colocou dentro de um nabo, fazendo uma lanterna para si.
8-    Quando os irlandeses chegaram aos Estados Unidos, encontram uma carência de nabos e uma abundância de abóboras.
9-    Para manter a tradição durante o Halloween, passaram a utilizar abóboras no lugar de nabos.

B-     "Apple-ducking" (maçãs boiando)
1-    Ritual que foi incorporado às celebrações de Halloween depois que os celtas foram dominados pelos romanos.
2-    É uma homenagem a Pomona, a deusa dos frutos e das árvores, que era louvada na época da colheita (novembro).
3-    Os antigos geralmente a desenhavam sentada em uma cesta com frutos e flores.
4-    A maçã era uma fruta sagrada para a deusa.
5-    Maçãs ficavam boiando em um barril com água, enquanto as pessoas mergulhavam seu rosto nela tentando segurá-las com os dentes.
6-    Depois faziam adivinhações sobre o futuro, com base no formato da mordida.

C-    "Trick or Treat" (Travessura ou Trato)
1-    Na noite de 31 de outubro, crianças da vizinhança, fantasiadas de vários monstros, batem à porta, gritando: "Trick or Treat?".
2-    Se a reposta da casa é "trick!", elas iniciam uma série de travessuras como sujar a grama em frente da casa com papéis e lixo, jogar ovos no terraço, além de saírem gritando ofensas ingênuas.
3-    Respondendo "treat!", são dados doces e balas e elas saem contentes e felizes em direção à próxima casa.
4-    Aquelas criancinhas simbolizam os espíritos dos mortos que supostamente vagueavam naquela noite procurando realizar maldades (travessuras) ou em busca de bom acolhimento (bons tratos).
5-    Os celtas deixavam comidas do lado de fora das casas para agradar os espíritos que passavam.
6-    Outros afirmam que a tradição de "trick or treat" teria sido introduzida pela Igreja Católica européia no século IX.
7-    Na noite anterior ao "Dia de Todos os Santos" (1º de novembro) alguns mendigos iam de porta em porta solicitando "soul cakes" (bolos das almas) em troca de rezas pelas almas dos finados daquela família.
8-    Quanto mais bolos recebiam, mais rezas faziam.
9-    A Igreja Católica passou a chamar a festa de Hallowe'em.
10-  Em 837, o papa Gregório IV introduziu a festa de "Todos os Santos" no calendário romano, tornando universal a sua celebração em 1º de novembro.
11-  Na Inglaterra medieval esse festival católico ficou conhecido como "All Hallows Day" ("Dia de Todos os Santos").
12-  A noite anterior ao 1º de novembro era chamada "Hallows Evening", abreviada "Hallows' Eve" e, posteriormente, "Hallowe'en".
13-  Mais de um século após instituir o "Dia de Todos os Santos", a Igreja Católica determinou que o melhor dia para se comemorar o "Dia dos Mortos" era logo após o "Dia de Todos os Santos".
14-  Assim, ficou estabelecido o "Dia de Finados" no dia 2 de novembro.
15-  Para a Igreja Católica, a noite de "Hallowe'en", o "Dia de Todos os Santos" e o "Dia de Finados" são uma só seqüência e celebram coisas parecidas - a honra e a alma dos mortos!
16-  O catolicismo sempre tentou fazer o "cristianismo" e o paganismo andarem de mãos dadas!

CONCLUSÃO:
1-    Assim, o que há de tão "happy" no Halloween?
2-    Onde está a suposta felicidade transmitida pela festa de Samhain?
3-    Afinal, esta festa envolve celebrações fúnebres, consultas aos mortos, louvor à "divindade" da morte e negociatas com entidades do mundo tenebroso.
4-    Fica evidente que não há nada além de trevas espirituais.
5-    Para quem não sente prazer com o sofrimento, "divertida" é uma palavra pouco apropriada para descrever a festa de Samhain, marcada pela angústia, pelo medo, pela depressão, além das piores crueldades e contatos com um mundo espiritualmente tenebroso.
6-    Nem os celtas simpatizavam com a festa de Samhain.
7-    No Halloween, as crianças são despertadas para o que existe de pior da bruxaria.
8-    O profeta Isaías nos adverte:
"Quando, pois, vos disserem: Consultai os que têm espíritos familiares e os adivinhos, que chilreiam e murmuram: Porventura não consultará o povo ao seu Deus? A favor dos vivos cosultar-se-á aos mortos? À lei e ao testemunho! Se eles não falarem segundo esta palavra, é porque não há luz neles". Isaías 8:19-20
9-    A opção é sua: consultar aqueles que tagarelam e consultam mortos e adivinhos ou confiar no que diz a Lei do Senhor.
10-  A Bíblia é clara na opção que devemos seguir:
Deuteronômio 18.10-13
10 Entre ti não se achará quem faça passar pelo fogo a seu filho ou a sua filha, nem adivinhador, prognosticador, nem agoureiro, nem feiticeiro;
11 Nem encantador, nem quem consulte a um espírito adivinhador, nem mágico, nem quem consulte os mortos;
12 Pois todo aquele que faz tal coisa é abominação ao SENHOR; e por estas abominações o SENHOR teu Deus os lança fora de diante de ti.
13 Perfeito serás, como o SENHOR teu Deus.

11-    Estamos vivendo tempos de perversão coletiva, onde a face enganosa de Satanás se manifesta algumas vezes de forma descarada.
12-    Mas, muitas vezes, sutilmente é camuflada por trás de um ingênuo "Happy Halloween!".
I Tessalonicenses 5:22
"Abstendo-vos de toda a aparência do mal".

13-    Que Deus nos livre do mal.
14-    Lembre-se que não somos deste mundo.
15-    E precisamos manter um testemunho cristão digno diante dos homens.
João 17:14-17
14 Dei-lhes a tua palavra, e o mundo os odiou, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo.
15 Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal.
16 Não são do mundo, como eu do mundo não sou.
17 Santifica-os na tua verdade; a tua palavra é a verdade.

16-    Não envergonhe o seu Deus em troca de agradar aos homens.
17-    Vivemos num país de liberdade religiosa.
18-    Se na escola você (ou seus filhos) é pressionado para participar daquilo que ofende a Deus, gentilmente recuse.
19-    Se necessário, leve prejuízos, mas não desonre ao seu Deus.

 

Tags: Festividades